Ponto Electrão outdoor: coloque o seu equipamento electrónico num contentor de rua

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Ponto Electrão outdoor: coloque o seu equipamento electrónico num contentor de rua

Mensagem  Mandrágora em Sex 22 Fev 2013 - 17:43




Ponto Electrão outdoor: coloque o seu equipamento electrónico num contentor de rua

Em Janeiro, a Amb3E inaugurou o seu quinto Ponto Electrão outdoor, o primeiro do concelho de Sintra. Colocado junto ao mercado de Rio de Mouro, o novo equipamento facilita a vida aos cidadãos, permitindo-lhes colocar os resíduos eléctricos e electrónicos em espaços próprios, na via pública, e aumentando a comodidade das acções de reciclagem.

O Ponto Electrão Outdoor é um contentor subterrâneo especialmente desenhado para a deposição de resíduos de equipamentos eléctricos e electrónicos (REEE), de menor dimensão (até 55 cm de diâmetro), e que vem facilitar o encaminhamento adequado destes resíduos, uma vez que se localiza na via pública.

O equipamento de Sintra, que se junta aos colocados em Vilamoura, Coruche, Oeiras e Albufeira, não é apenas uma inovação portuguesa. Ele é único na Europa. “Não existe, na Europa, nenhuma solução de encaminhamento de REEE que seja concretizada através da sua deposição num contentor exterior”, explicou ao Green Savers o director-geral da Amb3E, Jorge Vicente.

Esta estrutura é totalmente isolada e tem um sistema de limitação de altura de queda, que amortece os equipamentos. Assim, e para além de uma maior protecção e segurança, o Ponto Electrão outdoor pode ser instalado em locais sem vigilância. “Esta é a grande mais-valia dos Pontos Electrão outdoor, já que podem ser, inclusive, integrados em ilhas ecológicas, facilitando o correcto encaminhamento deste tipo de resíduos”, continuou Jorge Vicente.

Segundo a Amb3E, o Ponto Electrão outdoor de Sintra foi o último do projecto-piloto. Agora, há que avaliar a fiabilidade do sistema e receptividade da população. “[Ainda] não temos dados que nos permitam avaliar a receptividade da população. Ainda estamos numa fase de monitorização dos resultados”, avançou o responsável.

Co-financiado pela Agência Portuguesa do Ambiente – os custos contemplam o fabrico dos pontos electrão, obras de construção e logística das recolhas dos resíduos, num período experimental de 12 meses –, a colocação destes equipamentos terá sempre de resultar de uma estreita parceria com as empresas públicas municipais, responsáveis pela gestão do espaço público.

“[São elas que] disponibilizam os locais para a colocação dos pontos electrão, cabendo à Amb3E, em conjunto com as empresas municipais, a selecção do local mais apropriado”, acrescenta Jorge Vicente.

Onde posso encontrar um Ponto Electrão outdoor?

Para os cidadãos, estes novos equipamentos vieram facilitar o depósito de equipamentos eléctricos e electrónicos. Se não vive perto dos concelhos de Oeiras, Sintra, Albufeira, Vilamoura ou Coruche, clique neste link para ver a localização exacta de outros pontos electrão. Chamemos-lhe indoor.

Se todo correr bem, porém, os Pontos Electrão de via pública multiplicar-se-ão, nos próximos anos, em Portugal. O processo de recolha é simples. Os resíduos são encaminhados para valorização através do Sistema de Gestão Integrada de Resíduos de Equipamentos Eléctricos e Electrónicos, gerido pela Amb3E.

Um operador logístico, parceiro da Amb3E, visita o local de 15 em 15 dias, de forma a confirmar, por um lado, o estado de conservação do ponto electrão, e, por outro, a existência de resíduos. A verificar-se a necessidade de recolha, os resíduos têm de ser retirados com o auxílio de uma grua.

“Ao tratar-se de uma instalação subterrânea com uma estrutura completamente isolada, acaba por garantir uma protecção contra condições atmosféricas nefastas ou eventuais tentativas de furto”, avança Jorge Vicente.

Finalmente, o Ponto Electrão outdoor contribui também para a prevenção do abandono indevido dos REEE, que podem constituir um perigo para a saúde pública e para o ambiente. Este equipamento deverá contribuir, também, para o aumento das REEE recebidas e encaminhadas para reciclagem pela Amb3E, um número cifrado em 180 mil toneladas nos seis anos de licença.

Fonte: Green Savers

_________________
Portugal Natura
avatar
Mandrágora

Mensagens : 327
Data de inscrição : 20/03/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum